Alberich Durahan - [Império Kalise]

Ir em baixo

Alberich Durahan - [Império Kalise]

Mensagem por Remenuf em Seg Jan 15, 2018 10:29 pm


Nome/Alcunha: Alberich Durahan - O Colecionador
Reino de Cultivo: Reino do Nirvana - Nirvana Inchado
Classe: SpellMaster
Dao Marcial: Dao da Composição de Almas - Memento Mori
Spoiler:
A essência de todo ser vivo está contida em sua alma, desde suas memórias, personalidade, e até mesmo a natureza do Dantian, O Dao da Composição de Almas permite que o usuário manipule a energia do espirito livremente e com certa facilidade. A técnica de cultivação de Alberich, Memento Mori, permite que o mesmo capture a
essência da alma de recém falecidos e as implante em suas marionetes, podendo optar por manter sua personalidade, aparência, vontade própria e até mesmo técnicas de batalha contidas no espírito. Seu poder é extremo sigilo, e só é conhecido verdadeiramente por uma pessoa, Karen Macbeth.
Base de stats: Dano Psíquico; Resistência Psíquica; Esquiva.
Organização: N/A
Sub-Classe: Manipulador de Marionetes
Dao do Armamento: Medium Insight - Katana
Grupo: Grande Comerciante
Recompensa/Fama: Proprietário da Taberna do Leão Careca e Líder da Resistência
História:
Alberich, nascido no continente do Dragão do Norte há mais de 500 anos e criado em um pequeno orfanato junto de Karen, uma ilustre e brilhante garota, e Ankou, um garoto ingênuo e sonhador. A infância deste pequeno grupo foi um tanto quanto normal, se metendo em confusões que qualquer criança faria, a trupe não tinha um líder específico, mas sim funções que cada um dos três membros era encarregado, Karen era o gênio do crime que bolava todas as idéias mirabolantes, Ankou era a "força" da equipe, seu ótimo porte físico o ajudava a cumprir suas tarefas, e quando tudo dava errado, Alberich, que lidava muito bem com os adultos livrava-os das piores situações. Por mais que sua infância fosse normal o mesmo não se pode dizer as três crianças, Alberich por exemplo era extremamente fascinado pela morte, não por malícia, era apenas curiosidade, "o que existe no além?" "Pra onde vão as almas?" Era o que ele se perguntava toda vez ao observar algum animal morto.

O tempo foi passando e aos 16 anos todos os três saíram do orfanato, mas isso não quer dizer que eles se separaram, durante um longo período eles seguiram o mesmo caminho como aventureiros que exploravam os perigos que o mundo podia apresentar, adotando assim os nomes de Alberich Durahan, Karen Macbeth e Ankou Yama. Suas esperanças se esvaiam ao mesmo tempo em que presenciavam o verdadeiro poder do mundo exterior, os três eram muito fracos e não tinham chances, ao primeiro desafio que lhes aparecera, a morte era certa. Foi então que um poderoso espadachim os salvou de uma furiosa besta mágica que os atacava, o homem parecia surpreso de os três terem sobrevivido durante tanto tempo na situação em que estavam, chegando até mesmo a ferir a besta sem ter o mínimo conhecimento de Dao, e por mais que eles fossem fracos naquele momento, o homem via em suas auras um grande e promissor futuro, Karen com sua genialidade, Ankou com seu otimismo e vigor, e Alberich com sua lábia e manipulação.

Aceitando o novo grupo de aventureiros como discípulos o homem explicou e ensinou a eles a arte do Dao Marcial, uma energia de espirito que compõe tudo não só neste, mas em diversos mundos, mostrando-lhes também sua rara Técnica de cultivo, o Dao da Composição de Almas, uma técnica que meche com a essência do ser, não só de quem é afetado, mas de seu controlador também. Não demorou muito para que os três dominassem essa energia com maestria, chegando ao Reino do Cumprimento apenas aos 19 anos de idade, infelizmente aquele seria o fim de seus treinamentos, pois a vida milenar de seu mestre havia chegado ao fim. No leito de morte ele entregou um último legado a seus discípulos, as três espadas do afluente, Katanas extremamente raras e poderosas, apenas aqueles considerados dignos poderiam manuseá-las e obter seu verdadeiro poder.

A primeira lâmina era a Cocito, representada pelo rio das almas perdidas, Tártaro, arma no qual  o Espadachim aprisionou a alma de todos os seu inimigos, e quando desembainhada ainda se pode ouvir o grito  de agonia dos pecadores, esta foi entregue a Ankou.

A segunda lâmina era a Flageton, Representada pelo rio flamejante que percorre o Tártaro, arma no qual o Espadachim aprisionou a alma de todas as Bestas Mágicas derrotadas, e quando desembainhada emite uma forte chama, esta foi entregue a Karen.

A terceira lâmina era a Estige, Representada pelo rio das memórias esquecidas, arma no qual o Espadachim aprisionou a própria alma, e sempre que desembainhada o portador pode se comunicar com seu antigo mestre, esta foi entregue a Alberich.

Com a morte de seu mestre o caminho dos três aventureiros se divergiu, enquanto que Ankou seguiu seu caminho sozinho para ingressar no exército real e seguir seu sonho, Alberich e Karen continuaram juntos por mais alguns anos, mas logo se separaram quando a menina ingressou na associação de Mestres de Matrizes, embora ainda mantiveram o contato.


Após peregrinar por um longo tempo, em torno de seus 100 anos de vida Alberich já não se sentia satisfeito com sua vida atual, o mesmo nunca buscou pelo poder, apenas evoluiu naturalmente, nessa idade ele já havia alcançado o nível Nirvana, a cansado de seu atual estado ele decidiu migrar para outro continente mais ao sul, lá ele presenciou a grande guerra que definiu a divisão dos quatro impérios, se estabelecendo em Kalise, muito antes de receber este nome, o já não mais tão jovem Durahan influenciou durante muitos anos o rumo das coisas pela região, auxiliando a aconselhando os reis que ali passavam, se tornando assim muito próximo da dinastia real. Os anos foram se passando e ele agora nem sabe mais quantos anos tem, apenas que ainda está muito longe da morte, uma infelicidade, já que faltava tanto para que ele finalmente pudesse descobrir o que lhe atormentava desde pequeno, a vida se tornou pacata novamente, mas ao invés de simplesmente ir embora Alberich apenas tomou a decisão de se afastar do poder e viver como uma pessoa normal novamente, reviver o sentimento de quase 500 anos atrás.

Desde que os reinos de cultivo foram explorados os artistas marciais do mundo todo lutam desesperadamente pela eternidade sem nem ao menos pensar no cruel inimigo que assola a imortalidade, o amor, ver aqueles que ama morrerem diante de seus olhos enquanto se sabe que aquilo nunca remeterá a você, não maior castigo do que esse, castigo que nem mesmo Alberich suportou. Certo dia ele conheceu uma belíssima dançarina, seu nome era Daisy Scáthach, ela tinha essa aura ao seu redor que atraía as pessoas, era praticamente impossível desviar o olhar, e por mais que resistisse, foi amor a primeira vista, não demorou muito para que a jovem correspondesse aos sentimentos de Durahan e eles começassem a ficar juntos, porém a morte é cruel, e se alguém dá um jeito de evitá-la, ela fará tudo para se voltar contra você.


Daisy sofria de uma incurável doença terminal, e por mais que os dois aproveitassem cada momento juntos eles sabiam que uma hora isso ia acabar. O momento chegou e o semblante da morte pairava sobre Daisy, sua pele gélida era aquecida envolvida no corpo de Alberich e seus olhos sem brilho cintilavam as lágrimas do pobre homem, desesperado pelo sentimento da perda o homem segurou a alma de sua amada e a depositou na mais resistente e de mais alta qualidade marionete, tudo para que a tivesse de volta. Mas como já foi dito antes, o destino é cruel, e por mais que a jovem estivesse de volta em um novo corpo, com sua mesma voz, a mesma aparência e de igual atitude, ela já não se lembrava mais de nada, seria a penitência eterna de Alberich, ter aquela que ama bem diante de seus olhos, e ao mesmo tempo saber que ela já não esta mais lá.


Desde então Alberich Durahan vivem com sua marionete de Daisy Scáthach enquanto administra a "Taberna do Leão Careca", com o tempo ele aprendeu a conviver com a mesma, e já a interpreta como uma outra pessoa, apesar de ainda ficar triste toda vez que olha no rosto da pobre "garota". Desde a ascensão de Zherion Khan ao poder, com o auxilio de Gerard, Chefe da Guarda Real, Alberich comanda secretamente a Resistência contra o mais novo tirano, apesar de poucos saberem de sua verdadeira identidade todos os outros funcionários de seu estabelecimento são membros da resistência, inclusive Karen Macbeth, que se refugiou com seu velho amigo, acima de tudo ele ainda cede sua taberna como "local de encontro da organização". Alberich é um homem bonito de cabelos brancos e muito bem vestido, por ser muito velho, apesar de não aparentar, ele é extremamente calmo e sábio, e nunca perde a compostura, todos ao seu redor gostam dele e o veem como um símbolo de inspiração. Poucos sabem sobre suas habilidades de combate, mas em uma noite de bebedeira foi solto por Karen Macbeth aos outros ali presentes que o mestre da taberna tinha o poder de capturar almas e as aprisionar em marionetes que usa para a batalha, embora ninguém que ouvira isso tem realmente certeza se isso é a verdade.

(Alberich NUNCA usa e Não usará Karen em batalha, visto que ele a trata e considera como um ser humano vivo.)

Localização: Taberna do Leão Careca
avatar
Remenuf

Mensagens : 18
Data de inscrição : 13/01/2018

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum